Malange

Adra e Iepala promovem workshop para apresentar projectos para 2012/2015

6 de mayo de 2012

A apresentação do projecto visa garantir o exercício de uma gestão democrática eficiente dos serviços, com maior enfoque para o género.

Ao intervir no acto de abertura, o director provincial da Indústria e Geologia e Minas, Luís Monteiro, disse que esta iniciativa traduz uma saudável relação de confiança entre o governo de Malanje e as organizações da sociedade civil, que muito se empenham na tarefa de reconstruir o país.

Sublinhou que o executivo detém o desenvolvimento local, como uma das principais estratégias para reduzir os níveis de pobreza em todo país.

Já a directora da Adra Antena Malanje, Joana Matos, considerou de grande importância o convénio, uma vez que visa dar solução conjunta de responsabilidade entre vários autores, assim como beneficiará directamente os órgãos da administração do estado e organizações da sociedade civil.

Revelou que a implementação deste acordo trará resultados condicentes na vida das populações.

Joana Matos revelou que o convénio nesta primeira fase 2012 está orçado em 380 mil e 475 euros. O valor será empregue em projectos nos município onde a Adra intervém, sendo Malanje, Kalandula, Quela, Kiwaba Nzoji e Cacuso.

Por sua vez, a representante do Instituto de Estudos Políticos para América Latina e África (Iepala), Maria Velado, fez saber que o instituto vai contribuir para o processo de desenvolvimento humano sustentável e para a melhoria da qualidade de vida das populações, com vista a impulsionar uma cidadania capaz de exigir o cumprimento de todos direitos humanos, com enfoque no género.

Acrescentou que dentro da cooperação internacional, o instituto tem garantido apoios em Angola e Moçambique, no sector da educação, a todos os níveis, e no reforço das organizações de camponeses.

Participaram do seminário, que termina ainda hoje, quadros da Adra, do Instituto de Estudo Políticos para América Latina e África, representantes das associações e sociedade civil.